Nós, da Ordem dos Franciscanos Conventuais, valorizamos sua privacidade e estamos comprometidos em proteger seus dados pessoais. As informações fornecidas serão usadas apenas para fins internos, como comunicação sobre atividades, eventos e serviços da instituição.

Ao clicar em aceitar e fechar, você concorda em nos fornecer suas informações pessoais. Esses dados serão mantidos em sigilo e não serão compartilhados com terceiros sem o seu consentimento, dúvidas pode acompanhar a nossa Política de Privacidade.
Aceitar e fechar
 
 
O significado e a origem das cinzas de Quaresma

A Quaresma começa na Quarta-feira de Cinzas, quando acontece o rito da imposição das cinzas. Mas qual é o significado e a origem das cinzas usadas neste tempo litúrgico?

 

Significado das cinzas na Quaresma

Bento XVI disse durante uma audiência geral que a cinza é um sinal que convida os cristãos à penitência e a intensificar o compromisso de conversão para seguir cada vez mais o Senhor.

 

Segundo Antonio Lobera y Abio, padre do século XIX e autor do livro "El porqué de todas las ceremonias de la Iglesia y sus misterios" (O porquê de todas as cerimônias da Igreja e seus mistérios, em tradução livre ao português), esta penitência deve vir acompanhada de arrependimento e dor por ter ofendido a Deus.

 

O artigo 125 do Diretório sobre a Piedade Popular e a Liturgia diz que o rito da imposição das cinzas, longe de ser "um gesto puramente exterior, a Igreja o conservou como sinal da atitude do coração penitente que cada batizado é chamado a assumir no itinerário quaresmal”.

 

As cinzas também simbolizam a mortalidade dos homens. Isso se reflete claramente quando o padre impõe cinzas na testa dos fiéis enquanto diz "lembra-te que és pó e ao pó hás de voltar".

 

Origem

No Antigo Testamento, as cinzas são usadas para expressar luto (Jeremias 6,26), desejo de obter algum favor de Deus (Daniel 9,3) e arrependimento (Judite 4,11).

 

A Enciclopédia Católica diz que durante a Quinta-feira Santa os primeiros cristãos colocavam cinzas sobre a cabeça e um "hábito penitencial", como símbolo de penitência pública.

 

Embora a Quaresma tenha adquirido um caráter totalmente penitencial no século IV, só no século XI que o rito da imposição de cinzas na Quarta-Feira de Cinzas foi implementado.

 

O rito da imposição das cinzas rapidamente se espalhou pela Igreja Católica e tornou-se uma parte importante da Quaresma.

 

Atualmente, outras denominações cristãs (anglicanos, luteranos, metodistas, presbiterianos, ortodoxos) também utilizam a cinza no início da Quaresma, embora seus ritos sejam diferentes aos da Igreja Católica.

 

Fonte: acidigital

 
Indique a um amigo
  Nós, da Ordem dos Franciscanos Conventuais, valorizamos sua privacidade e estamos comprometidos em proteger seus dados pessoais. As informações fornecidas neste formulário de cadastro serão usadas apenas para fins internos, como comunicação sobre atividades, eventos e serviços da instituição.

Ao preencher este formulário, você concorda em nos fornecer suas informações pessoais. Esses dados serão mantidos em sigilo e não serão compartilhados com terceiros sem o seu consentimento, dúvidas adicionais consulta nossa política de privacidade.