FREI CARLOS SILVA É NOMEADO BISPO AUXILIAR DA ARQUIDIOCESE DE SÃO PAULO

A Arquidiocese de São Paulo acolhe hoje (16) seu novo bispo auxiliar: o frade capuchinho, Frei Carlos Silva, de 58 anos, foi nomeado nesta quarta pelo Papa Francisco. Frei Carlos estava em Roma desde 2018, como Conselheiro Geral da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, sendo o delegado do Ministro Geral no Brasil.

Filho de José Silva e Maria Moura Silva, é o décimo filho de onze irmãos. Nasceu em Andradina, interior de São Paulo, mas teve sua infância e adolescência vividas na cidade de Birigui – SP, local onde conheceu os capuchinhos.

Formação religiosa

Em janeiro de 1984, iniciou a sua formação religiosa no Seminário Seráfico São Fidélis, em Piracicaba – SP, onde realizou a etapa do postulado entre 1984 e 1986, estudando filosofia. Frei Carlos realizou seu noviciado no Convento Sagrado Coração de Jesus, em Piracicaba, em 1987, emitindo seus primeiros votos na Ordem no dia 10 de janeiro de 1988. Cursou teologia na Pontifícia Universidade Católica de Campinas, enquanto residia na fraternidade São Francisco de Assis, em Nova Veneza [Sumaré –SP]. Sua profissão perpétua aconteceu no dia de Nossa Senhora Aparecida, 12 de outubro de 1991, na Comunidade N. Sra. Aparecida, da Paróquia São Francisco (em Nova Veneza), recebendo na celebração as Ordens de leitor e acólito. Em 1 de dezembro de 1991, foi ordenado Diácono por Dom Frei Marcelino Correr, bispo capuchinho da Diocese de Carolina – MA, na Paróquia São Francisco de Assis, de Nova Veneza. Sua ordenação presbiteral aconteceu em 1 de agosto de 1992, em Birigui – SP, na Paróquia Imaculada Conceição, por Dom Irineu Danelon, bispo de Lins – SP.


Atividade ministerial

Desde a sua ordenação, Frei Carlos viveu intensamente a itinerância franciscana, estando onde o Espírito mandava. Em todos os lugares por onde passou, deixou sua marca: desempenhou seu ministério como vigário na Paróquia São Francisco de Assis, em Nova Veneza, logo depois fez parte da Fraternidade Missionária do Homem do Campo, em Mirandópolis – SP (Diocese de Lins – SP), onde durante três anos realizou a missão evangelizadora nos assentamentos da região.

Em 1995, estudou Espiritualidade Franciscana em Petrópolis - RJ, promovido pelo CEFEPAL – Centro de Estudos Franciscanos e Pastorais para a América Latina.

Em 1996, foi transferido para o Seminário Seráfico São Fidélis, em Piracicaba, aquele que o acolheu na primeira etapa da sua vida religiosa, assumindo a coordenação da Pastoral Vocacional e Missionária dos capuchinhos de São Paulo. Nesse período, trabalhou com jovens (sobretudo ajudando-os a discernir a sua vocação), missões, retiros e Equipes de Nossa Senhora, sendo parte desse período também responsável pela casa [guardião] do Seminário Seráfico São Fidélis.

Quase dez anos de sua vida como frade foram dedicados à missão internacional: de 04 de fevereiro de 2004 a 24 de outubro de 2013 esteve como missionário no Norte do México, onde exerceu as funções de vigário paroquial em Yecora, no estado de Sonora, na Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, no período de 2004 a 2007. Foi promotor vocacional da missão, de 2004 a 2011, Mestre dos Noviços, de julho de 2007 a julho de 2008, Mestre dos pós-noviços (filósofos e teólogos) e guardião do Convento São Pio de Pietrelcina, em Monterrey, estado de Nuevo León, de 2008 até 2013.

Foi um dos coordenadores da presença missionária capuchinha no México, em vista da criação para a futura Província. Também organizou e coordenou o grupo “Amigos dos Capuchinhos” (grupo de benfeitores para ajuda da formação) e esteve à frente da comissão que organizou e transformou a presença missionária em Custódia do Norte do México e foi coordenador da equipe de formadores da CONCAM (Conferência dos Capuchinhos de Centro América, Caribe e México). Nesse mesmo período, também foi confessor das Carmelitas Descalças e das Clarissas, e Clarissas Capuchinhas.

Assumiu o ministério de pároco da Paróquia recém-criada Santíssima Trindade, no Município de Benito Juárez, no estado de Nuevo León, no dia 18 de maio de 2013, até a sua eleição como Ministro Provincial dos Capuchinhos de São Paulo, em 31 de outubro de 2013. Foi reeleito Ministro Provincial, em 2016. Nesse período foi eleito presidente da CCB (Conferência dos Capuchinhos do Brasil).

Em setembro de 2018, foi eleito Conselheiro Geral da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, ministério que exerceu até o momento. Entre os trabalhos, esteve à frente da organização do Encontro Pan-Americano dos Capuchinhos, que será realizado no Brasil em maio de 2021, evento que tratará a presença religiosa capuchinha em todo o continente americano, especificamente discutindo sobre a missão e a formação dos frades.


Perfil

Em comunhão com o Papa Francisco, busca alavancar seus trabalhos a partir da proposta de ‘Igreja em Saída’. Enfim, sua experiência junto aos pobres e na missão dará o tom deste novo bispo franciscano-capuchinho na Igreja, que o escolhe.

 ____

Informações úteis:

Frei Carlos Silva, OFMcap.

- Nascimento: 05/12/1962, em Andradina - SP;
- Batismo: 13/07/1968, na Paróquia São José, Castilho –SP;
- Primeira Eucaristia: 13/06/1972, na Paróquia Imaculada Conceição, Comunidade Santo Antônio, Birigui - SP;
- Crisma: 28/10/1979, na Paróquia Imaculada Conceição – Birigui- SP;
- Primeiros votos religiosos: 10/01/1988, na Paróquia Sagrado Coração de Jesus (igreja dos frades), em Piracicaba - SP;
- Profissão perpétua: 12/12/1991, Paróquia São Francisco de Assis, Comunidade N. Sra. Aparecida, Sumaré – SP;
- Ordenação diaconal: 01/12/1991, na Paróquia São Francisco de Assis, Sumaré – SP;
- Ordenação Presbiteral: 01/08/1992, na Paróquia Imaculada Conceição, Birigui – SP
- Missionário no Norte do México: 2004-2013
- Ministro Provincial dos Capuchinhos de São Paulo: 2013-2018
- Conselheiro Geral da Ordem: 2018-2020
- Nomeação: 16/12/2020, escolheu o lema “Pertencemos ao Senhor”


FONTE: www.capuchinhos.org.br/procasp

 
Indique a um amigo